domingo, 12 de fevereiro de 2017

A importância da resiliência no convívio social e empresarial!




Enxerguem além do que estão vendo

O Brasil passa por uma recessão econômica bastante cruel para a renda das famílias e para os anseios dos mais jovens. Isso se deve à pouca contratação de funcionários pelas empresas, bem como às demissões, haja vista que o mercado não está favorável para possibilitar novas oportunidades para aqueles que aspiram ter sucesso. Dessa forma, as pessoas precisam se diferenciar perante o meio concorrido e buscar a resiliência é uma atitude fundamental para superar essas dificuldades. 

Nesse contexto, os jovens têm que aprender com aqueles que são referências, tanto no meio social, quanto no profissional. Com isso, perceberão que ter foco nos seus sonhos, de modo a buscá-los sob quaisquer circunstâncias, fará com que muitas oportunidades sejam conquistadas. As empresas estão buscando por profissionais que, além de um bom currículo, tenham uma autoestima elevada e, sobretudo, determinação. Afinal, isso é crucial para o crescimento da empresa e dos funcionários. Entretanto, é fato que nem todos possuem esse perfil, o que justifica as muitas reprovações em entrevistas de emprego.

Nessa perspectiva, o dito "Coach" está crescendo muito no Brasil. Esses profissionais, em suas palestras, estão buscando desenvolver diversas habilidades no público que delas participa. Dentre elas, destaca-se a resiliência, que permite ao instruído a capacidade de saber manter-se firme diante das dificuldades. Em face disso, muitos estão conseguindo angariar um futuro mais promissor. É válido ressaltar que aquela habilidade também é importante para o convívio social, tendo em vista que, em um país desigual, ser fiel aos seus ideais é um dos pré-requisitos básicos para superar as barreiras. 

À luz dessas ideias, "tenham o olhar de crianças, enxerguem o mundo como novidade, afastem-se da cegueira do adulto!", disse Rubem Alves no livro "Variações sobre o prazer". Dessa maneira, as pessoas agirão com curiosidade e determinação para ganhar o mundo que os cerca. Além disso, é significativo que participem de mais palestras motivacionais, pois infelizmente muitos não dão credibilidade. E aos que não podem pagar por essas consultorias, existem muitas que são gratuitas e de qualidade. Decerto, cabe à família e à escola incentivar os jovens para que alcancem seus desejos, mantendo a responsabilidade e a ética como alicerce para qualquer aventura pessoal. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário